Atualidades

[ARTIGO] Anunciação do Senhor

No dia 25 de março celebramos a Festa da Anunciação do Senhor, que à primeira vista parece mariana, pois é Maria que recebe o anúncio, tem como tema central o Cristo: “O Verbo de Deus se fez carne no seio puríssimo da Virgem Maria”. O Verbo é o protagonista deste mistério, pois é Deus que escolhe a mãe do seu Filho Umigênito, na jovem israelita de Nazaré, Maria, descendente da família de Davi. Maria é o instrumento, é a serva do Senhor que aceita a proposta divina, se torna disponível, como escada pela qual Cristo desce até nós.

O anuncio do anjo a Maria e o diálogo entre eles visa enfatizar a iniciativa de Deus na encarnação do Verbo. A iniciativa de Deus, no entanto, quis contar com o consentimento livre da jovem Maria, que é apresentada como “a que recebeu o favor de Deus”. O favor, ou a graça de Deus a Maria, consiste no fato da eleição dela para ser, segundo a carne, a mãe do Filho único de Deus. Nem a esterilidade de Isabel nem a pouca idade de Maria são obstáculos para que Deus realize o seu plano de amor em favor de toda a humanidade.

A fé não se faz de certezas, mas em meio a dúvidas e, apear delas, na confiança inabalável na Palavra de Deus. Maria é apresentada como aquela que escuta, confia e se engaja plenamente na realização da vontade de Deus. Nisso ela é modelo do discípulo e da Igreja.

O fiat de Maria, isto é, o seu “Seja feito conforme a sua Palavra”, marcou o momento em que a história da humanidade se dividiu em duas partes, antes e depois; a eternidade entrou no tempo e Deus se fez história. A Anunciação é a festa que celebra este fulgurante enxerto de Deus no homem, dando seu fruto no Natal com o nascimento de Jesus Cristo.

Maria em sua atitude de Virgem prudente, aberta, disponível à Palavra de Deus, “se sublima como a mais humilde e excelsa de todas as criaturas, como a Virgem Mãe, filha do próprio Filho”, assim a canta o poeta Dante. O mundo com todas as gerações passadas e futuras ficou suspenso de seus lábios, aguardando o fiat. Hoje lhe agradecemos, adorando o mistério do Verbo presente em seu seio puríssimo.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1.

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card