Atualidades

[Artigo] A Festa de São Pedro e São Paulo Apóstolos

A FESTA DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO APÓSTOLOS

 

No dia 3 de julho de 2016 a Igreja Católica celebra a Festa de São Pedro  e de São Paulo, apóstolos. A liturgia romana sempre reuniu os dois apóstolos Pedro e Paulo numa só solenidade, por considera-los os fundadores da Igreja de Roma. Tendo os dois recebidos o martírio na perseguição de Nero, a tradição os identificou também no dia de sua morte que ocorreu no dia 29 de junho. Este ano de 2016, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil coma autorização da Santa Sé, está celebrando a festa no domingo dia 3 de julho, para deixar mais pessoas participar nas solenidades. Aqui no Brasil esta festa é também popularmente chamada o Dia do Papa que é o sucessor de Pedro. De Pedro a Francisco tivemos 268 papas. Porém, é importante lembrar que ao lado de Pedro estamos celebrando também o grande missionário São Paulo.brendan_

Em Mateus 16, 18 encontramos Cristo dizendo: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja…”. Geralmente estas palavras significam que Pedro é a sólida rocha sobre a qual foi edificada a Igreja, mas esta não é a única interpretação da frase. Há outros textos no Novo Testamento que nos dizem claramente que a “rocha” que Deus pôs como fundamento da Igreja é o próprio Cristo (cf. Armellini, em Celebrando a Palavra, 2001, p. 98). Nossos pensamentos hoje vão para Roma, a Cidade Eterna e, de uma maneira especial, vamos lembrar em nossas orações do nosso querido Papa Francisco dirigindo a Igreja em um dos momentos mais difíceis de sua longa história.

Pedro e Paulo são considerados “colunas da Igreja”: Pedro recordando mais a instituição; Paulo, o carisma e a pastoral. Exerceram atividades bastante diferentes em campos diferentes. Nem sempre concordaram um com o outro. Porém, “O amor de Cristo e a força do testemunho os uniram na vida e no martírio. Em ambos, quer na vida, quer no martírio, prolongam-se a vida, paixão, morte e ressurreição de Cristo”. (cf.Bortolini, em Roteiros Homiléticos, 2007, p. 756). Pedro e Paulo representam duas dimensões da vocação apostólica, diferentes, mas complementares. “As duas foram necessárias, para que pudéssemos comemorar hoje os fundadores da Igreja universal.  Esta complementariedade dos carismas de Pedro e Paulo continua atual na Igreja hoje: a responsabilidade institucional e a criatividade missionária (cf. Konings, Liturgia Dominical, 2003, p. 490).

Não há dúvida, a experiência de Pedro e Paulo com Jesus mudou de uma maneira extraordinária as vidas desses dois santos. “Pedro, fundamento e sinal visível nos seus sucessores da comunhão na fé, na caridade e na unidade. Paulo, intrépido evangelizador, grande missionário de todos os tempos, que justamente com Pedro propaga o Evangelho até o derramar do sangue, regando assim a Terra para que essa pudesse gerar muitos frutos”. Hoje podemos nos considerar um desses frutos, pois a pregação do Evangelho chegou até nós, e em comunhão com o Papa Francisco podem a exemplo dos nossos dois santos, continuar a missão de anunciar a Boa-Nova a todas as criaturas. (Cf. García Paredes, em A Liturgia da Palavra Comentada, 2011, p. 545). Neste dia somos chamados a tomar consciência de que Deus nos envia para testemunhar o seu Reino: vivendo na unidade da fé; evangelizando na realidade em que vivemos, superando os obstáculos e reaviando a esperança de que um mundo diferente será possível através da vivência da paz evangélica.

A tradição afirma que em Roma Pedro sofreu o martírio durante o reinado de Nero e que “foi crucificado com a cabeça para baixo” (Orígenes) na colina do Vaticano provavelmente em 64. Aí se construiu a basílica constantiniana e posteriormente a atual basílica de São Pedro. Paulo é, antes de tudo, um pregador do “querigma apostólico”, proclamação de Cristo crucificado e ressuscitado conforma as Escrituras.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

 

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Pastoral da Sobriedade da Arquidiocese de Fortaleza realizou Semana Nacional de Combate as Drogas 2017

Encontro de Formação para Agentes da PCR que Trabalham com as Mulheres Encarceradas acontece em Fortaleza-CE

Liturgia Diária: Evangelho – Lc 1,57-66

Seminário discute agenda pelo desencarceramento com coordenador da Pastoral Carcerária Nacional

Festa  da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Conjunto Nova Metrópole, Caucaia

QR Code Business Card