Atualidades

A COROA DO ADVENTO

advento

O Natal será festa de verdadeira alegria, de profunda paz e renovada comunhão entre os homens, na medida em que houver uma autêntica e profunda preparação espiritual. O Advento deve ser um tempo de conversão. Estudando a Sagrada Bíblia descobre-se que os grandes mestres do tempo do Advento são o profeto Isaias (cf. Isaias 32, 15-18) e São João Batista (cf. Lc 3, 4-5). As quatro semanas do Advento que termina na Festa do Natal são para nós cristãos, uma fonte de espiritualidade, uma bússola capaz de dar rumo e sentido a nossas vidas. Cada celebração do nascimento do Cristo é uma reafirmação da força invencível da Verdade e do Bem. Mostra  o valor de uma luz que se acende nas trevas.

Neste tempo que antecede o Natal a “Coroa do Advento” aparece ao lado do altar nas Igrejas Católicas. A Coroa do Advento, feita com ramos verdes, enfeitada com fitas coloridas e cinco velas de cores diferentes que progressivamente vão sendo acesas, retoma o costume judaico de celebrar a vida da luz da humanidade dispersa pelos quatro pontos cardeais. A Coroa tem a forma de círculo, o círculo não tem princípio nem fim. É símbolo do tempo que não tem início nem fim, de Cristo, Senhor do tempo e da história, da eternidade, da unidade. A cada domingo do Advento se acende uma vela. No primeiro domingo se acende uma vela amarela, recordando Isaías anunciando a salvação ainda distante, cerca do ano 500 a.C., portanto uma luz pálida porque a salvação é ainda distante. No segundo domingo se acende uma vela vermelha, recordando São João Batista testemunhando o Salvador já próximo com martírio. No terceiro domingo se coloca na “Coroa do Advento” uma vela roxa representando Maria, a bem aventurada, trazendo o próprio Salvador e a alegria da salvação.  No quarto domingo uma vela verde é colocada na Coroa, indicando Jesus, trazendo a alegria da salvação. “Verde da árvore da vida, a árvore da cruz, broto da raiz de Jesse”. Na véspera do Natal uma vela branca é colocada na Coroa um pouco mais alto do que as outras quatro velas indicando a chegada de Jesus, a luz do mundo.

Em cada domingo, então, se acende uma vela. Ela poderá ser trazida na processão de entrada da seguinte maneira: a cruz processional, a Vela do Advento, a Bíblia, de onde será proclamada as leituras. No momento da aclamação do Evangelho, um coroinha vai acender solenemente a vela. A pessoa que ascender a vela deve permanecer junto à mesa da Palavra de onde é proclamado o Evangelho. Terminada a proclamação, quem preside coloca a vela na Coroa do Advento.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Paróquia de Jesus, Maria, José realizará Caminhada pela Paz no bairro Antônio Bezerra

Saiba o que irá mudar na mídia vaticana

Rede Cearense realiza 16º Feirão de Socioeconomia Solidária

Presidente da CNBB recebe organizadores de ato contra a reforma da Previdência

Criaturas novas de Deus


QR Code Business Card