Atualidades

53ª ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB

padre-Brendan200A 53ª Assembleia Geral Ordinária da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil acontecerá nos dias 15 a 24 de abril de 2015, em Aparecida, SP, no Centro de Eventos Pe. Vitor Coelho de Almeida. Entre os temas importantes a serem abordados nesta Assembleia podemos citar os seguintes: a) Eleição para Presidente, Vice-Presidente e Secretário Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. b) Eleições para Presidente das Comissões Episcopais Pastorais (CONCEP). c) Estudo e aprovação das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – 2015-2019. d) O Relatório quadrienal do Presidente. e) Eleições de delegados e suplentes para 14ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos.  f) Eleições para representantes no Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM).

Obviamente há outros assuntos a serem abordados também na 53ª Assembleia Geral como, por exemplo: o novo texto que trata dos cristãos leigos e leigas baseado no texto de Estudos No. 107; “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade – Sal da terra e Luz do mundo”; Os assuntos das várias Comissões Episcopais; Análise de conjuntura político-social; Análise de conjuntura eclesial etc. Este ano também haverá uma solene celebração pelos 50 anos do Concílio Ecumênico Vaticano ll. Há também um pedido à Conferência dos Bispos do Brasil para declarar São José de Anchieta Co-padroeiro do Brasil. Os bispos votarão a proposta de pauta já elaborada pelo Conselho Permanente ou podem pedir algumas mudanças na pauta. Durante as Assembleias Gerais Ordinárias da CNBB, os bispos fazem um retiro. Este ano o pregador será Dom Geraldo Lyrio Rocha, DD. Arcebispo de Mariana/MG. O tema do retiro será “O Múnus Episcopal à luz do Vaticano ll”.  O encontro anual do episcopado brasileiro reúne mais de 450 bispos, entre cardeais, arcebispos, bispos auxiliares e eméritos, além dos que fazem parte das igrejas de Rito Oriental. No total, serão 274 circunscrições eclesiásticas representadas.

O bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretária geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, avalia a Assembleia geral “como momento de comunhão, de encontro, de alegria e de celebração da Igreja no Brasil”. O Santo Padre Papa Francisco deve mandar, como costume, uma carta aos bispos em Assembleia encorajando os nos difíceis trabalhos que eles têm, e enfatizando um ou outro tópico importante. Os bispos estão pedindo  nossas orações para que o Espírito Santo os ilumine durante a Assembleia para fazer o que é melhor para a Igreja no Brasil e o povo Brasileiro.

                                                               Pe. Brendan Coleman Mc Donald,  Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Lutero e sua marca na História

Inauguração da Centro de Evangelização do Shalom Bela Vista

Papa Francisco pede fim de armas nucleares

Presidente da CNBB foi nomeado pelo Papa Francisco como Relator Geral do Sínodo 2018

Editorial – novembro 2017: “Ano do Laicato no Brasil”


QR Code Business Card