Assessoria de Imprensa da CNBB inaugura checagem com notícia sobre o Missal Romano | Arquidiocese de Fortaleza
Atualidades

Assessoria de Imprensa da CNBB inaugura checagem com notícia sobre o Missal Romano

A partir de hoje, 11/4, a Assessoria de Imprensa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) passa a oferecer um serviço de checagem de notícias relacionadas à CNBB que são divulgadas por diversas plataformas e redes sociais. Trata-se de estabelecer, com este serviço, a verdade sobre os fatos num contexto que, respaldados pela liberdade de expressão, assegurada pela Constituição Federal de 1988, grupos e pessoas disseminam irresponsavelmente mentiras e falsas notícias (fakenews) sobre a entidade.

Num ambiente de pouca regulação de tais práticas, com esta iniciativa, pretendemos reforçar um imenso trabalho que vêm fazendo organizações e agências de checagem de notícias que surgiram no contexto da disseminação de fakenews em nosso país e no mundo. Hoje inclusive já existe a Internacional Fact-Checking Network, uma rede de experiências que vai se configurando e fortalecendo para combater tais práticas nocivas à verdade, à convivência plural e saudável, baseada na urbanidade e, até mesmo,  à democracia.

“E conhecereis a Verdade, e a Verdade vos libertará”. Jo 8-32

Assessoria de Imprensa da CNBB

É mentira que a CNBB vai mudar o Missal Romano

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) informa que as notícias que vem sendo disseminadas em mídias sociais sobre a mudança do Missal Romano são infundadas. Cabe ressaltar que a tradução da terceira edição do Missal Romano, elaborada pela Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos da CNBB, atende a uma ordem vinda da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos do Vaticano, através da quinta instrução Liturgiam Authenticam, de 2001. Esta instrução serve de comentário sobre as traduções em língua vernácula dos textos da liturgia romana. A CNBB não muda, não tem o poder e não pode mudar o Missal Romano, ela apenas o traduziu para a linguagem vernacular, em nosso caso o português.

É importante deixar claro que todo o trabalho sério de tradução feito por uma Comissão de especialistas em doze anos de trabalho foi apresentado nas Assembleias Gerais da CNBB e, após a sua conclusão e aprovação pelos bispos do Brasil, foi encaminhado a Roma para aprovação do Vaticano. Este mesmo processo foi feito com a tradução da Bíblia Sagrada da CNBB. Diversas notícias sobre o processo de tradução do Missal Romano para o português foram publicadas ao longo dos últimos anos na página da CNBB, incluindo a notícia sobre a conclusão do trabalho feito pela Comissão de Especialistas. Reiteramos que as notícias oficiais da Igreja no Brasil podem ser conferidas no portal www.cnbb.org.br e informações oficiais do Vaticano estão disponíveis em https://www.vaticannews.va/pt.html

Assessoria de Imprensa da CNBB

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Festa dos Arcanjos receberá 12 mil pessoas no Ginásio Paulo Sarasate

DNJ 2019 retoma temática da Campanha da Fraternidade sobre Políticas Públicas

Festa de São Francisco na Comunidade do Planalto Itaperi

Em reunião com o Papa, presidência do Celam fala sobre novas perspectivas da entidade

Amor irrestrito e solidário


QR Code Business Card