Atualidades

56ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil

Terminou em Aparecida no dia 20 de abril a 56ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil que teve como tema central este ano a “Diretrizes para a Formação de Presbíteros”. Aproximadamente 477 bispos participaram da assembleia. Antes de o texto sobre a formação presbiteral ir à plenária para votação dos bispos passou por um longo processo. Um grupo formado por bispos e peritos no assunto se reuniu várias vezes em Brasília DF, para consolidar o texto enviado aos bispos antes da assembleia. O texto finalmente foi apresentado no plenário onde foi novamente avaliado pelos bispos. Após a aprovação final do episcopado brasileiro o texto vai agora para a Congregação para o Clero, no Vaticano onde será mais uma vez estudado e analisado, e somente então o texto passará a ser considerado um documento da CNBB que vai orientar a formação de novos padres no Brasil.

A Ratio Fundamentalis Institucionis Sacerdotalis é um dos documentos analisados pelos bispos e peritos para indicar pistas para a formação de seminaristas e do clero da Igreja. Este documento foi publicado no dia 8 de dezembro de 2016 atualizando as orientações do documento de 1985. O documento vai orientar bispos, formadores em seminários, diretores espirituais para seminaristas etc. como preparar futuros presbíteros, indicando no mesmo tempo a necessidade de formação permanente. O texto enfatiza que o futuro padre deve ser acompanhado “na totalidade das quatro dimensões que interagem simultaneamente no processo formativo e na vida dos ministros ordenados: humana, espiritual, intelectual e pastoral”. Segundo Dom Fortes, Bispo Auxiliar de São Paulo (SP) e um dos membros da equipe preparatória do texto, que os futuros padres: “Sejam homens misericordiosos, que tenham espírito de serviço, se dediquem com todo seu ser a serviço da evangelização, tenham amor pelo povo, forme comunidades maduras e adultos na fé e colaborem com a graça de Deus para o advento do Reino”.

A Igreja Católica no Brasil precisa de futuros padres bem preparados para os difíceis tempos  que a Igreja está enfrentando atualmente. Segundo CERIS (o Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais), “existe, nas 277 dioceses brasileiras, centenas de seminários de formação e cerca de seis mil seminaristas em processo de formação. No censo publicado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2010, pouco mais de 64% dos brasileiros se disseram católicos”. Em sua pesquisa mais recente sobre o tema, o Datafolha aponta que a população brasileira católica caiu de 66% para 50% entre 2005 e 2016. O número do clero cresceu. Em 2005, eram 9,410 paróquias e 17.976 padres no Brasil. A estimativa do CERIS para 2018 é de 11.700 paróquias e 27.416 padres no Brasil.

(Fonte: Site CNBB, Canção Nova Notícias, CERIA, Datafolha e IBGE).

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Compartilhe

Subir

Seja o primeiro a comentar »

Seja o primeiro a comentar »


Deixe seu Comentário

Nome (necessário)

E-mail (não será publicado) (necessário)

Website

Atualidades

Renovação Carismática prepara a 30ª edição do Queremos Deus

O Mês Missionário Extraordinário 2019

Dom Lustosa: um Pastor com espiritualidade mariana

Inscrições abertas para Encontro de Noivos na Paróquia São Benedito

Faleceu no início desta manhã, 13 de fevereiro, Padre Almeida


QR Code Business Card