Publicado em 21/03/2019 por João Augusto

Segundo dia do Ciclo de estudos da Campanha da Fraternidade 2019

ciclo de estudo
ciclo de estudo

“Fraternidade e Políticas Públicas”

A Equipe Arquidiocesana de Animação das Campanhas, juntamente com as Pastorais Sociais, Comunidades Eclesiais de Base – Cebs, Organismos e o Grupo Fé e Política, estão promovendo um ciclo de estudos sobre a temática da Campanha da Fraternidade 2019, com o objetivo de estudar, conhecer mais, para assim poder agir nesta realidade e contexto sócio-político-eclesial.

A primeira manhã de estudo foi realizada dia 09 de março, com a participação de mais de 150 pessoas. A segunda será dia 30 de março, sábado e a terceira dia 06 de abril. Sempre de 8h30 às 11h30. Todas os agentes  eclesiais e sociais são convidados a participar, no Centro de Pastoral Maria Mãe da Igreja, Rua Rodrigues Junior, 300.

O lanche será partilhado (é bom que cada participante traga algum alimento ou suco).

As inscrições deverão ser feitas com antecedência para bem organizar estes estudos,  pelos telefones: (85) 3388-8701;  3388-8723 com Rosélia Follmann e Hilda Chavante.

ciclo de conversa
ciclo de conversa
Publicado em 21/03/2019 por João Augusto

Missa de Posse do novo reitor e pároco do santuário no próximo dia 10/04

A Paróquia e santuário de São Benedito e Nossa Senhora do Patrocínio convida  toda a comunidade, paroquianos, pastorais, grupos e movimentos para a Missa de Posse do seu novo reitor e pároco: Pe Anízio Ferreira, sss, e a apresentação do Pe. Joao Batista, sss como novo Vigário Paroquial, no dia 10/04/2019 às 18h30min, no Santuário de Adoração, com a presença do Superior Provincial Pe. Marcelo da Silva, sss. 

A Santa Missa será presidida por Dom Valdemir Vicente, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza.

Acesse do Site

padre anízio
padre anízio
Publicado em 20/03/2019 por João Augusto

Retiro anual dos catequistas

retiro dos catequistas
retiro dos catequistas

Nos dias 22, 23 e 24 de março de 2019, em formato de internato acontece o Retiro Anual dos catequistas, sendo que no dia 24, reservado para participação na Caminhada Penitencial e Missa Estacional do Arcebispo na Catedral Metropolitana.

O Tema do Retiro será: “Catequista, guardião e transmissor da fé no processo da Iniciação a Vida Cristã” e terá como assessor: Pe. Gedeir Vieira, SDN.

No dia 22, a partir das 15h, será feito a acolhida e credenciamento dos catequistas inscritos e às 18h acontece a oração de abertura, seguida do jantar.

O retiro se realizará na Casa de retiro e encontros das Irmãs Cordimariana – Rua Coronel Correia, N°2718, Bairro: Padre Júlio Maria – Caucaia CE. Para informações ligue (85) 3342-0906 ou (85) 99997-7845.
Taxa de inscrição: R$ 200,00 (duzentos reais) por pessoa.

COMO CHEGAR?

Transporte: saindo da rodoviária de Fortaleza, tomar o ônibus Aguanambi, sentido centro e descer na Av. do Imperador próximo ao Hospital Maternidade César Cals. Tomar o ônibus da Empresa Vitória –  linha Fortaleza (Centro) Capuan.

Referência: Após a Estação Ferroviária e Empresa Vitória, em Caucaia.

Inscrições podem sr feitas nesse link: (https://goo.gl/forms/Y5LafVaqN4D8e0NW2)

Não deixe sua paróquia de fora, sem vivenciar esse  momento. Pedimos que anime os Catequistas de sua Região, Paróquia, Comunidades (Capelas) e os enviem ao retiro. Será um momento de grande riqueza espiritual.

Outras informações: WhatsApp (85) 3388-8702

Carta convite:

Publicado em 20/03/2019 por João Augusto

Encontro do Celam promove reflexão sobre a iniciação à vida cristã na América Latina

emaús
emaús

A cidade de Puebla de los Ángeles, no México, recebe de 18 a 22 de março a I Semana Latino-Americana sobre a Iniciação à Vida Cristã. O evento é promovido pelo Departamento de Missão e Espiritualidade do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) e tem a presença do arcebispo de Curitiba (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom José Antônio Peruzzo, e do assessor da Comissão, padre Antônio Marcos Depizzoli.

Várias temáticas no contexto da iniciação à vida cristã estão na pauta do encontro para serem discutidas, refletidas e aprofundadas, a partir da metodologia contemplar – discernir – propor. Na primeira parte, os aspectos de mudança de época e crise na transmissão da fé. Na segunda, perspectivas da iniciação à vida cristã: bíblica, com reflexão conduzida por dom Peruzzo; Patrística e Pastoral a do Magistério Latino-americano, considerando o processo evangelizador da Igreja, o processo de formação dos discípulos missionários e o Rito de Iniciação Cristã de Adultos (RICA).

A terceira parte da metodologia, que compreende o “propor”, os participantes terão um painel para discutir os elementos de um itinerário de iniciação cristã, considerando o processo, a pessoa, a introdução a Jesus e à vida da Igreja, a mediação da Palavra e dos Sacramentos, a mudança de atitude e testemunho de comunidade.

A semana de iniciação à vida cristã também contará em sua dinâmica com momentos de trabalho em grupos, celebrações, como a dos 40 anos da III Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe, missa na basílica de Nossa Senhora de Guadalupe, momentos culturais e a conclusão com a Eucaristia com renovação das promessas batismais e envio missionário.

Publicado em 18/03/2019 por João Augusto

José, servo bom e fiel

padre-geovane
Padre Geovane Saraiva*

São José, da descendência de Davi, como nos assegura a Escritura Sagrada, une Jesus de Nazaré à linhagem do povo eleito, o qual esperava pelo Messias. Cabe a nós, pois, pensar na benevolência de Deus, que é a de reconciliar consigo todas as coisas. Vemos que, por meio de simples e humilde carpinteiro de Nazaré, realiza-se a profecia anunciada a Davi: “Tua casa e teu reino serão estáveis para sempre diante de mim, e teu trono será firme para sempre” (cf. 2 Sm 7, 16).

Eis um santo inigualavelmente grande, na condição de Patrono da Igreja Universal, advogado dos lares cristãos e modelo de operário, que nos ajuda em nossa esperança de realização neste mundo e no outro. Pouco sabemos sobre sua vida, mas ele foi um sinal de fecunda alegria, de tal modo suficiente para destacar, de modo inequívoco, a importância do Carpinteiro de Nazaré na história do novo povo de Deus. Em São José acreditamos, mesmo num contexto adverso ao projeto solidário do nosso bom Deus, que sua solenidade faça crescer em nós a esperança e reavive a alegria de muitos corações.

Voltemo-nos para São José, pensando na vida dos cristãos dos nossos tempos, por ocasião da Quaresma, no nosso peregrinar rumo à paixão, morte e ressurreição de Jesus, mistério luminoso que nele esperamos e cremos “contra toda esperança”, falando-nos em humilde escuta e no diálogo sincero com Deus, reconhecendo a mão de Deus, na sua vontade de salvar o mundo. Que a festividade de São José, Padroeiro do Ceará, Patrono da Igreja Universal e esposo puríssimo da mais excelsa de todas as criaturas, nos convença da mais absoluta certeza: a salvação que nos é oferecida.

Sua missão, além de ser um servo bom e fiel, contando também com o título de o último dos patriarcas, foi a de fixar, na mente e no coração dos seguidores de seu filho, o estreito laço entre o Antigo e o Novo Testamento. Na sua segura esperança, o compreendemos, pela disponibilidade, a de fazer a vontade de Deus, aceitando o cumprimento das promessas divinas, acolhendo-o como doce protetor e implorando seu socorro.

Ó São José, criatura humana extraordinária, em quem a bondade resplandeceu, ao acolher por esposa a mãe imaculada. Que com os pastores glorificaste a Deus, conforme o anúncio do Anjo Gabriel. Conduziste, da cidade de Davi ao Egito, a virgem puríssima e lá, vendo o Menino Jesus nos braços de sua mãe, adorou-o com os magos. Que, assim, possamos pronunciar bem alto: “Eis o servo fiel prudente a quem o Senhor confiou a sua casa”. Amém!

*Pároco de Santo Afonso, Jornalista, Blogueiro, Escritor e Colunista, integra a Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza – geovanesaraiva@gmail.com

Artigos Relacionados

Publicado em 18/03/2019 por João Augusto

Subsídios para trabalhar a Campanha da Fraternidade 2019: “Fraternidade e Políticas Públicas”

Campanha da Fraternidade 2019
Campanha da Fraternidade 2019

A Equipe Arquidiocesana de Animação das Campanhas e o Secretariado de Pastoral, com as devidas permissões dos autores, estão disponibilizando materiais relativos a Campanha da Fraternidade 2019 – Fraternidade e Políticas Públicas.

O objetivo é partilhar os estudos e conhecimentos e assim, favorecer os grupos, movimentos, pastorais, paróquias, áreas pastorais em seus estudos, aprofundamentos e definições de ações com relação às políticas públicas.

Além dos materiais está também o folder da prestação de contas do Fundo Arquidiocesano de Solidariedade da CF 2018.

Os materiais você encontra AQUI

Publicado em 18/03/2019 por João Augusto

Programação da Catedral no dia 19 de março – Dia de São José

são josé
são josé

A Programação da festa de São José, padroeiro do Ceará, da Catedral metropolitana de Fortaleza, do dia 19 de março é a seguinte:

Serão celebradas Missas em vários horários:

8h30min – Missa dos Enfermos presidida pelo Padre Luiz Alberto.

10h – Missa dos Josés presidida pelo Padre Clairton Alexandrino, Pároco da Catedral.

12h – Missa das Crianças presidida pelo Padre Eduardo.

16h – Missa da Família presidida por Dom Valdemir, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza.

17h – Procissão.

18h30min – Missa de encerramento da Festa de São José presidida por Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo Metropolitano de Fortaleza.

Informações pelo telefone (85) 3231-5084 / 3231-7951 na Secretaria da Catedral.

Publicado em 18/03/2019 por João Augusto

Missionárias Camilianas Maria Mãe da Vida na Barra do Ceará

São Camilo
São Camilo

As Missionárias Camilianas Maria Mãe da Vida por ocasião do Ano Vocacional Camiliano, tem a alegria de convidar para participar da programação religiosa, na qual receberão no dia 20 de março de 2019 a Imagem Peregrina e a Relíquia de São Camilo de Léllis, protetor dos enfermos, médicos e enfermeiros.
Contamos com a sua presença e oração nesse dia de grande Graça de Deus.

Programação

Dia 20 de março de 2019

Visita da Imagem peregrina e Relíquia de São Camilo na Associação Maria Mãe da Vida.
10h – Chegada da Relíquia e adoração ao Santíssimo Sacramento.
11h30min – Bênção do Santíssimo Sacramento.
13h30min – Contemplação da Relíquia.
15h – Terço da Misericórdia.
16h – Confissões.
17h – Santa Missa.

A Associação Maria Mãe da Vida fica na Rua Estevão de Campos, 905, na Barra do Ceará, em Fortaleza – Ceará.

Informações pelos telefones (85) 99962-1921 / 3485-1756.

Publicado em 17/03/2019 por João Augusto

São José

No dia 19 de março de 2019, a Igreja Católica celebra solenemente a santidade de vida de São José. O nome “José”, em hebraico, significa: “Deus cumula de bens”, e sem dúvida esse simples carpinteiro de Nazaré foi cumulado de bens ao não recusar sua missão de esposo da Virgem Maria e pai legal de Jesus. Dada a escassez de dados bibliográficos relativos a José, à literatura apócrifa dos primeiros séculos encarregou-se de enriquecê-los a seu gosto. Pode se disser que a devoção a José é antiga, mas o culto público e litúrgico é bastante recente, com início no fim do século XV. 

Em 1870 São José foi declarado patrono da Igreja Católica por Pio IX e, em 1955, Patrono dos Operários por Pio XII. Dois documentos oficiais do Vaticano falam sobre o culto de São José: a Carta Encíclica Quamquam Pluries do papa Leão Xlll e a Exortação Apostólica Redemtoris Custos do papa São João Paulo ll (1989).  A carta Custódia do Redentor acompanha José nos momentos decisivos de sua missão paterna, especialmente quando, como chefe de família, se dirigiu a Belém para o recenseamento e ali nasceu a criança Jesus. Isto ocorre no silêncio da noite, depois de passar pela agonia de não encontrar hospedagem em Belém.  A circuncisão do Menino, a imposição do nome de Jesus, missão atribuída no contexto judaico ao pai, a apresentação no templo, a fuga para o Egito, o encontro com Jesus no templo depois de três dias aflitos, fazem brilhar em José o “homem justo”. A iconografia o representa com o Menino Jesus no braço e o lírio – símbolo da pureza – na mão direta.  

A missão de José na história da salvação constitui em dar a Jesus um nome, fazê-lo descendente da linhagem de Davi, como era necessário para cumprir as promessas. José é o elo entre o Antigo e o Novo Testamento e o último dos Patriarcas. A primeira vez que São José é mencionado no Evangelho é na cena da anunciação em que Maria é chamada noiva de um homem da casa de Davi de nome de José. Depois aparece quando Maria apresentava os sinais de sua divina maternidade e José lhe desconhecia a origem. O evangelista diz que sendo “homem justo”, não quis denunciar Maria de infidelidade, mas preferiu tomar uma solução que, salva a honra de Maria, teria provocado certa odiosidade sobre sua própria pessoa. Decidiu sumir do lugar; Então um anjo lhe disse: “Não tenhas medo, José, de escolher Maria para tua esposa, pois o que nela foi concebido é obra do Espírito Santo, e o que nascer dela será o Filho do Altíssimo, e tu lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados”. 

Os evangelistas não citam uma só palavra de José. Não se sabe com certeza histórica onde e quando nasceu nem onde e quando morreu. José aparece como o homem do silêncio, o homem reto, de fé profunda e disponível à vontade de Deus. “A figura de São José quase desaparece nos primórdios do Cristianismo, para que se firme melhor a origem divina de Jesus”.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald, Redentorista

Artigos Relacionados

Publicado em 15/03/2019 por João Augusto

Visita Pastoral na Paróquia São José – Bela Vista – Canindé – Ceará

visita pastoral
visita pastoral

Acontece de 14 a 17 de março, na Paróquia São José, na Bela Vista, em Canindé que faz parte da Região Episcopal Sertão – São Francisco das Chagas a Visita Pastoral com Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza, Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza e Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região São Francisco das Chagas.

Programação

Dia 14 de Março
19h – Santa Missa de abertura na Igreja Matriz presidida porDom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza concelebrada por Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza e Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas.

Dia 15 de Março
9h – Encontro com os padres da Região Episcopal Sertão – São Francisco das Chagas com os Bispos e Vigário Episcopal.
12h – Almoço.
15h – Visita aos Enfermos da Comunidade Nossa Senhora de Fátima, em Camarão II com Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza.
15h – Visita aos Enfermos da Comunidade Nossa Senhora Aparecida, em Sousa com Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza.
15h – Visita aos Enfermos da Comunidade Santa Luzia, em Alegre com Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas.
17h30min – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade Nossa Senhora das Graças, no Agreste com Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza e às 19h, Santa Missa. Jantar na Comunidade Ipueiras dos Gomes – Casa Paroquial.
17h30min – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Longá e Pé de Serra com Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza e às 19h, Santa Missa. Jantar na Comunidade Santo Expedito, na Transval.
17h30min – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade São Raimundo Nonato, em Caxinoá com Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas e às 19h, Santa Missa. Jantar na Comunidade São João Batista, na Renguengue II.

Dia 16 de Março
8h – Visita aos Enfermos da Comunidade Santa Luzia, na Boa Hora e Comunidade Caraúbas com Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza. Às 12h, almoço na Comunidade Ipueiras.
8h – Visita aos Enfermos da Comunidade Nossa Senhora de Fátima, em Retiro com Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza. Às 12h, almoço na Comunidade Retiro.
8h – Visita aos Enfermos da Comunidade Santa Isabel com Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas. Às 12h, almoço na Comunidade Ipueiras.

15h – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade Nossa Senhora das Graças com Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza e às 19h, Santa Missa.
15h – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade Santo Expedito, no Transval com Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza e às 19h, Santa Missa.
15h – Visita aos Enfermos e Confissões na Comunidade São José, em Cachoeira com Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas e às 19h Santa Missa.

Dia 17 de Março
7h – Santa Missa na Comunidade Imaculada presidida por Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza,  seguido de café. Às 9h Visita aos Enfermos. Às 10h30min, Encontro com o Conselho Econômico ampliado.
7h – Santa Missa na Comunidade Santa Edwiges, no Conjunto Habitacional presidida por Dom Júlio César Souza de Jesus, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza seguido de café. Às 9h, Visita aos Enfermos. Às 10h30min, Encontro com Catequese, Juventude e Pastoral Familiar.
7h – Santa Missa na Comunidade São João Batista, no Riacho São Francisco presidida pelo Frei Marconi Lins de Araújo, OFM, Vigário Episcopal da Região Sertão – São Francisco das Chagas seguido de café. Às 9h, Visita aos Enfermos. Às 10h30min, Encontro com Catequese, Juventude e Pastoral Familiar.
12h – Almoço na Casa Paroquial.
15h – Conselho Paroquial de Pastoral no Centro de Pastoral.
19h – Santa Missa de encerramento da Visita Pastoral no Centro de Pastoral.


QR Code Business Card