Setembro 2015 | Arquidiocese de Fortaleza

Publicado em 30/09/2015 por

[Artigo] Santa Teresinha do Menino Jesus

                              Santa Teresa do Menino Jesus

Santa Teresa nasceu em Alençon (Normandia) em 1873, filha menor de um matrimônio de 9 filhos, dos quais só quatro mulheres sobreviveram. Foi educada em um ambiente familiar de piedade tradicional, afastada do mundo, característica da classe média cristã francesa daquela época. Em 1877, já morta sua mãe, mudou-se para Lisieux onde completou sua educação com as monjas beneditinas. Aos 15 anos ingressou nas carmelitas de Lisieux, onde haviam precedido suas duas irmãs maiores. Aí viveu 9 anos sem brendan_acontecimentos importantes. Nada extraordinário, senão a vida regular carmelitana vivida com intensidade. Não teve cargos  mais senão o de simples ajudante da mestre de noviços em 1893.

No ano seguinte soube que seu pai  morreu vítima de uma enfermidade que o havia perturbado durante três anos. A saúde de Teresa foi precária. Esta enfermidade a impediu de oferecer-se  como voluntária da fundação das carmelitas em Hanói (Vietnã) em 1897. Três meses na enfermaria do convento terminaram sua vida. A pequena Teresa  teria passado despercebida se não tivesse escrito uma autobiografia espiritual: História de uma alma.  Escreveu-a entre 1895-1897 por ordem de sua superiora Irmã Inês de Jesus. A popularidade dessa obra, traduzida em muitas línguas europeias, assim como os milagres e favores atribuídos à jovem carmelita suscitaram um seguimento sensacional de sua pessoa e espiritualidade em todo o mundo.

O segredo de Teresa deve ser buscado no próprio evangelho. Sua doutrina da “infância espiritual”, que faz da vocação um chamado ao amor –“Minha vocação é o amor” leva-nos ao coração do próprio evangelho. “A maior santa dos tempos modernos transmite a mensagem perene e atual de viver o evangelho no coração e na vida diária” disse Pio Xl.

Teresa foi beatificada em 1923. Canonizada em 1925. Declarada padroeira universal das missões 1927. No dia 19 de outubro de 1997, ocorre a sua solene proclamação como Doutora da Igreja pelo papa São João Paulo ll. Celebramos sua festa cada ano no dia 1º. de outubro.

Pe. Brendan Coleman Mc Donald – Redentorista

Artigos Relacionados

Publicado em 30/09/2015 por

[Notícia] Parabéns, secretários e secretárias!

A Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Fortaleza parabeniza a todos os secretários e secretarias.

 

dia_secretarios

Publicado em 28/09/2015 por

[Vídeo/Simpósio] Simpósio da Caridade – palavras do Prof. Miguel Brandão

Publicado em 28/09/2015 por

[Notícias/ Paróquias] São Francisco é celebrado na Barra do Ceará

sfranciscoParóquia de São Pedro, na Barra do Ceará, celebra São Francisco. com a festa que iniciou no dia último dia 25 de setembro e prossegue até 04 de outubro de 2015 com o tema “Com São Francisco vivamos a caridade na unidade”.

Programação 

Dia 28 de setembro (segunda)

Às 19h – Celebração da Palavra e Novena abordando Subtema: “São Francisco, modelo de servo e discípulo cristão”.

Parte Social – Atração: MPB (voz e violão).

Dia 29 de setembro (terça)

Às 19h – Celebração da Palavra e Novena abordando Subtema: “Como São Francisco somos mensageiros de Cristo”. (2ª urgência: Igreja: casa da iniciação à vida cristã).

Parte Social – Atração: Projeto Louvor e Alegria.

Dia 30 de setembro (quarta-feira)

Às 19h – Celebração da Palavra e Novena abordando Subtema: “A Palavra de Deus: Fonte e alimento para seguirmos a Cristo”. (3ª urgência – Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral).

Parte Social – Atrações: Teatro Emanuel e Ministério de Música Elohim.

Dia 1º de outubro (quinta-feira)

Às 19h – Novena abordando Subtema: “somos igreja em estado permanente de missão”.

Parte Social – Atração: Grupo Regional Pra lá e Pra cá.

Dia 2 de outubro (sexta-feira)

Às 19h – Celebração da Palavra e Novena abordando Subtema: “São Francisco, modelo de humildade e entrega a Deus”.

Parte Social – Atração: Teatro Bom tom Infantil.

Dia 3 de outubro (Sábado)

Às 19h – Celebração da Palavra e Novena abordando Subtema:  “Com São Francisco descubramos o Projeto de Deus em nossa comunidade”. (4ª urgência – Igreja: comunidade de comunidades).

Parte Social – Atração: Leilão e Comunidade Perfeita Alegria.

Dia 4 de outubro (Domingo)

Às 7h30min – Caminhada pela Paz.

Às 17h – Procissão e Celebração Eucarística de Encerramento abordando Tema: “Com São Francisco vivamos a unidade na caridade”.

Parte Social – Atração: Ministério de Música Novo Israel

A Capela São Francisco fica na Av. Robert Kennedy, 641 – Barra do Ceará. Informações pelo telefone (85) 3485 3485, na Secretaria.

Por Aparecida Florêncio / Pascom da Paróquia São Pedro

“Amai o teu próximo como a ti mesmo”
(Marcos 12, 31)

Por Comunidade São Francisco, Paróquia São Pedro.

Publicado em 28/09/2015 por

[Notícias/Paróquias] Tríduo de São Francisco no Bairro Ellery

s.franciscoA Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, Bairro Ellery,  realiza de 1º a 4 de outubro de 2015 o Tríduo de São Francisco. O tema é tendo “Com São Francisco, Ide pelo mundo inteiro e Anunciai o Evangelho a toda criatura”.

Programação

1º Dia – 1º de outubro – Quinta-Feira

Às 19h – Missa e Novena com Hasteamento da bandeira de São Francisco – Pe. Antonio Simplício.

Os noiteiros deste dia serão MESC, Pastoral Familiar, Terço dos Homens e os Setores: Santo Antonio e São Pedro.

2º Dia – 2 de outubro – Sexta-Feira

Às 19 – Missa e Novena presidida pelo Pe. Gerson.

Os noiteiros deste dia serão Apostolado da Oração, Pastoral do Dízimo e os Setores: São Judas Tadeu e Nossa Senhora das Dores.

3º Dia – 3 de outubro – Sábado

Às 19h – Missa e Novena – Pe. Gilson Soares.

Os noiteiros deste dia são Iniciação a Vida Cristã, Rosário de Maria, Shalom e os Setores: Nossa Senhora do Carmo e Shalom.

Parte Social – Leilão.

Dia 4 de outubro – Domingo – Encerramento

Às 8h – Celebração Eucarística.

Às 17h – Procissão pelas ruas do bairro seguida de Celebração Eucarística – Pe. Antonio Simplício.

Os noiteiros deste dia serão Fanuel, Sagrada Família, Santa Luzia e São Vicente.

Informações pelo telefone (85) 3281 0013 na Secretaria.

Publicado em 28/09/2015 por

[Notícias/Paróquias] Nossa Senhora Aparecida é celebrada no Itapery

Cartaz-NS-Aparecida400A Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Itapery, na Paróquia Santíssima Trindade, realiza a festa de sua padroeira de 2 a 12 de outubro. O tema da festa é  “Mãe Aparecida Conduz o seu povo no serviço do reino de Deus”.

Programação 

Dia 02 de outubro – Sexta-Feira

Às 19h – Hasteamento da Bandeira.

Às 19h30min – Missa de Abertura da Festa  –  Pe. Ruy

Dia 03 de outubro – Sábado

Às 18h30min – 1ª Novena.

Às 19h30min – Missa – Pe. Justino.

Parte Social: Música Populares MPB.

Dia 04 de outubro – Domingo

Às 18h30min – 2ª Novena.

Às 19h30min – Celebração da Palavra com Diácono Chistian.

Parte Social: Tautobias.

Dia 05 de outubro – Segunda-feira

Às 18h30min – 3ª Novena.

Às 19h30min – Celebração da Palavra Diácono Sérgio.

Parte Social: Coral São José.

Dia 06 de outubro – Terça-feira

Às 18h30min – 4ª Novena.

Às 19h30min – Celebração da Palavra Diácono Eufram.

Parte Social: Roberto Carlos couve.

Dia 07 de outubro – Quarta-feira

Às 18h30min – 5ª Novena.

Às 19h30min – Missa – Pe. Jean terminando com Parte Social.

Dia 08 de outubro – Quinta-feira

Às 18h30min – 6ª Novena ( Sr. Edson da liturgia)

Às 19h30min – Missa presidida pelo Pe. Valber terminando com a Parte Social.

Dia 09 de outubro – Sexta-feira

Às 18h30min – 7ª Novena.

Às 19h30min – Missa – Pe. Magalhães.

Parte Social – Kleber Fernandes.

Dia 10 de outubro – Sábado

Às 18h30min – 8ª Novena.

Às 19h30min – Missa presidida pelo  Pe. Teodoro.

Parte Social – Shalom.

Dia 11 de outubro – Domingo

Às 18h30min – 9ª Novena.

Às 19h30min – Missa – Pe. Francisco Junior.

Parte Social – Carlos Braga.

Dia 12 de outubro – Segunda -Feira

Às 15h30min – Concentração Praça São José – Itapery.

Às 16h – Procissão.

Às 17h – Missa presidida pelo Pe. Ruy.

A Comunidade Nossa Senhora Aparecida fica na Rua dos Jangadeiros, 225 – Itapery.

Informações com João Carlos de Holanda Silva – Pascom pelos telefones (85) 8576-8529 / 9901-4037.

Publicado em 28/09/2015 por

[Notícias/Movimentos] Luau da Juventude em Pacajus

luau2O Luau da Juventude é um evento organizado pela Comunidade Católica Shalom, no setor de Pacajus, Ceará. É um evento voltado para os jovens e tem como objetivo principal proporcionar ao público um ambiente de lazer. Visa favorecer a transmissão de valores humanos importantes como o respeito ao próximo, o amor, a generosidade, a solidariedade, por meio de atividades artísticas. As atrações são Kelly Patricia , Cosme , Ana Gabriele , Naldo Jose.” Haverá também o espaço da misericórdia com Adoração ao Santíssimo Sacramento, Oração, Aconselhamento e Confissões. E para servir melhor os jovens a aqueles que lá se encontrarem uma praça de alimentação. O projeto Artes prepara momentos com DJ´s, Danças e Apresentações teatrais.

Confira mais informações no site: www.luaudajuventude.com

Assista aqui ao vídeo 

Serviço
Dia 03 de Outubro
Local: Tereza Eventos – Pacajus/CE
Rua Celso Nogueira, 880 – Buriti – Pacajus

Ingressos Antecipados: R$ 15,00

Informações: 3348.4707 / 99169.3131 (Whatsaap).

Por  Comunidade Católica Shalom, Pacajus.

Publicado em 28/09/2015 por

Nota do Tribunal Eclesiástico sobre a gratuidade e celeridade no processo de nulidade de casamento

O Tribunal Eclesiástico do Ceará emitiu uma  nota sobre a gratuidade e celeridade no processo de nulidade de casamento. Muitos fiéislogo_tribunal
têm procurado informações sobre a gratuidade nos processos de nulidade de casamento  proposto pelo Papa Francisco. Confira a íntegra da nota.

Mais informações pelo Site do Tribunal Eclesiástico ou pelo fone (85) 4005-7856.

 

 

 

 

Publicado em 28/09/2015 por

[Vídeo/simpósio da Caridade] Palestra de Padre Manfredo Oliveira no Simpósio da Caridade

Publicado em 25/09/2015 por

[Artigo] O Culto das Imagens

                                      O  CULTO  DAS  IMAGENS

Frequentemente os membros da Igreja Católica são acusados de adorar imagens. Os acusadores afirmam que a bíblia proibiu fazer imagens. De fato Deus não proibiu fazer imagens, mas sim ídolos. Há uma grande diferença entre imagens e ídolos. Uma imagem é a representação de um ser em seu aspecto físico como, por exemplo, uma fotografia, uma estátua, uma pintura, um monumento etc. Enquanto um ídolo é um falso deus, inventado pela fantasia humana como, por exemplo, a lua, um animal, o mar, esculturas etc. Adorar é o ato de considerar Deus como o único Criador e Senhor do mundo. Os católicos podem adorar somente a Deus e mais ninguém, porque acreditamos que Deus é o Criador e Senhor do mundo. Porém, adorar e venerar são coisas bem diferentes. Venerar para os Católicos é imitar, honrar, louvar, mas não adorar. Os católicos veneram a Virgem Maria e os santos considerados como modelos na fé e na caridade e suas virtudes merecem ser imitados por nós. Sabemos que nenhum cristão é tão ingênuo a ponto de confundir uma imagem de gesso, madeira, metal etc. com a divindade. Menos ainda uma obra de arte, uma pintura. Para os católicos os santos não são Deus, mas pessoas que viveram profundamente a vontade de Deus no seu tempo e em suas vidas.

No Livro de Êxodo  encontramos o seguinte texto: “Eu sou Javé teu Deus. Não tenha você outros deuses diante de mim. Não faça para você imagem, qualquer representação do que existe no céu, na terra ou nas águas que estão debaixo da terra.  Não te prostre  diante desses deuses, não lhes sirva, porque eu, Javé seu Deus, sou um Deus ciumento” (Ex 20, 1-5). O mesmo Deus, no mesmo livro do Êxodo, manda Moisés fazer dois querubins de ouro, e colocá-los por cima da Arca da Aliança:  “Nas duas extremidades do propiciatório, faça dois querubins de ouro martelado, um em cada lado, na extremidade do propiciatório. Terão as azas estendidas para cima, cobrindo o propiciatório.  Estarão frente a frente um do outro, com os rostos voltados para o centro do propiciatório” (Ex 25, 18-20).  Também, “Faça uma serpente flamejante e coloque-a no alto de um mastro. Quem for mordido e olhar para ela, ficará curado. Moisés fez, então, uma serpente de bronze e a colocou no alto do mastro. Quando alguém era picado por uma serpente, olhava para a serpente de bronze e ficava curado (Num 21, 8-9). Mandou, ainda, Salomão enfeitar o templo de Jerusalém com imagens de querubins, palmas, flores, bois e leões (1 Reis 6, 23-35 e 7,29) etc. Deus proibiu a fabricação de imagens de ídolos (falsos deuses) para serem colocados no lugar do Deus verdadeiro, que é o Deus único e verdadeiro. Deus comunicou essa mensagem ao seu povo porque o povo hebreu naquela época estava cercado de povos que adoravam ídolos ou falsos deuses e Ele não queria que seu povo seguisse seus maus exemplos.

Realmente Deus na Bíblia mandou fazer imagens! Obviamente quando as imagens não são para serem adoradas em lugar de Deus. Vejam os seguintes textos bíblicos:  “Os dois querubins mediam cinco meros de altura cada um.  Os querubins foram colocados no meio da sala, no interior do Templo” (1 Reis 6, 26-27). “Salomão mandou esculpir figuras de querubins, palmeiras e flores ao redor de todas as paredes do Templo” 1Rs 6, 29).  Há várias outras citações possíveis neste sentido como, por exemplo, Sb 16, 5-8;  Ez 41, 18; 1Rs 7, 29 etc. Através desses textos da sagrada Bíblia é claro que Deus além de não proibir fazer imagens ordenou sua fabricação. Essas imagens não foram ídolos. Não foram falsos deuses exigindo adoração. É vital entender que as imagens usadas pela Igreja Católica também não são ídolos. Os católicos não adoram imagens, somente adoram Deus. É óbvio que esculturas de madeira, fotografias, imagens de aço, pinturas, estátuas e monumentos etc. que eles usam não são ídolos e não são adorados. As imagens da Virgem Maria, mãe de Jesus, e dos santos são iguais, por exemplo, aos monumentos construídos em memória aos heróis nacionais, ou fotografias de membros de uma família. Recordam as pessoas ou eventos representados, suas virtudes e boas qualidades, mas obviamente não são adoradas. Católicos usam imagens de Maria e dos santos para recordar suas santas vidas, suas virtudes, suas boas qualidades, seus exemplos de vida etc.

Em nossas orações à Maria e aos santos freqüentemente usamos expressões como: “ajoelhar-se” ou “prostrar-se”. Expressões como essas não significam adoração, mas sim veneração, respeito, admiração, homenagem ou simplesmente saudações. Podemos verificar isso em textos bíblicos como os seguintes: “Moisés saiu para receber o sogro, inclinou-se diante dele e o abraçou” ( Ex 18, 7); “Que os povos o sirvam  e as nações se prostrem diante de você”  (Gn 27, 29;. “Betsabeia inclinou-se e prostrou-se diante o rei” (1Rs 1,16) etc. Católicos acreditam que Maria e os santos estão no céu e portanto amigos especiais de Deus e como tais podem interceder  ou pedir a Deus em nosso favor. Como Maria pediu a Jesus para ajudar os noivos em Caná, e atendendo seu pedido Ele realizou seu primeiro milagre, nós acreditamos que no céu ela pode continuar fazendo a mesma coisa em nosso favor (Jo 2, 1-12). O Catecismo da Igreja Católica, falando sobre Maria afirma: “Assunta aos céus, não abandonou este múnus salvífico, mas por sua múltipla intercessão prossegue em granjear-nos os dons da salvação eterna” (CIC 696). Em Atos 3,8 Pedro em nome de Jesus curou um aleijado deixando o mesmo andar. Acreditamos que hoje São Pedro pode continuar a fazer a mesma coisa intercedendo por nós.

Gostaria de terminar este breve artigo citando novamente o Catecismo da Igreja Católica: “As testemunhas que nos precederam  no Reino (Hb 12,1), especialmente as que a Igreja reconhece como “santos”, participam da tradição viva da oração, pelo exemplo modelar de sua vida, pela transmissão de seus escritos e pela sua oração hoje. Contemplam a Deus, louvam-no e não deixam de velar por aqueles que deixaram na terra. Entrando “na alegria” do Mestre, eles foram “postos a frente de muito” (Mt 25, 21). A sua intercessão é o mais alto serviço que prestam ao plano de Deus. Podemos e devemos pedir-lhes que intercedam por nós e pelo mundo inteiro” (CIC 2683). Portanto, Católicos não adoram imagens, adoram Jesus o único intercessor entre nós e o Pai. Veneramos, imitamos, honramos e louvamos a Virgem Maria, Mãe de Jesus, e os santos porque são nossos modelos na fé e na prática de caridade. Acreditamos que eles podem interceder por nós junto a Deus.

(Citações bíblicas da Nova Bíblia Pastoral, com o Nihil Obstat de Dom Sérgio da Rocha, Arcibispo de Brasília, e o Imprimater de Dom Raymond Card. Damasceno Assis, Presidente da CNBB).

Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald

Redentorista

Artigos Relacionados


QR Code Business Card