Fevereiro 2015 | Arquidiocese de Fortaleza

Publicado em 27/02/2015 por

[Notícia] Setor Universidades de Fortaleza realiza encontro de colaboradores

UniversitarioO Setor Universidades da Arquidiocese de Fortaleza promoverá na manhã deste sábado, dia 28 de fevereiro, às 10h, no Centro de Pastoral Maria Mãe da Igreja, localizado à Rua Rodrigues Júnior no número 300 (com estacionamento), seu Encontro de Colaboradores.

Participam da reunião os responsáveis das pastorais, associações, congregações, movimentos e novas comunidades pela evangelização nas universidades. Professores, acadêmicos e dirigentes de movimentos estudantis interessados na proposta são convidados.

O Setor Universidades pertence a Comissão Episcopal Pastoral para Cultura e Educação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, a CNBB, que surge com a finalidade de favorecer a integração e o diálogo entre diferentes experiências e iniciativas atuantes nas Instituições de Ensino Superior de todo o Brasil para criar uma rede de unidade e comunhão comprometida com a mensagem do Evangelho e com o respeito a pluralidade cultural no meio universitário.

Para maiores informações contate o Secretariado de Pastoral nos telefones 085 3388 8701 e 085 3388 8723.

Por Guilherme Azevedo

 

Publicado em 27/02/2015 por

[Notícia] Catequeses Quaresmais na Região Episcopal Metropolitana Sagrada Família

A Região Episcopal Metropolitana Sagrada Família inicia neste sábado, dia 28, as Catequeses Quaresmais para a juventude. O local será o CEARC (Centro de Educação de Arte e Cultura) localizado na Paróquia Jesus, Maria e José – Guaiúba, começando sempre às 15h e terminando às 17h com a santa missa. O catequista será o mesmo que presidirá a celebração.

 amplie catequese_família

  • PROGRAMAÇÃO

Dia 28/2 – 1ª Catequese

Tema: O sentido da Quaresma

Símbolo: Água

Catequista: Pe. João Batista Aires (Pároco de Guaiúba e assessor eclesiástico da juventude)

Testemunho de Conversão: Jovem da PJ (Pastoral da Juventude)

Acolhida, animação e liturgia: Jovens da Paróquia Jesus, Maria e José – Guaiúba.

 

Dia 14/3 – 2ª Catequese

Tema: A esmola

Símbolo: Fita personalizada da Quaresma

Catequista: Pe. Francisco dos Santos Monteiro (Pároco de Acaracuzinho / Maracanaú)

Testemunho de Conversão: Jovem do EJC (Encontro de Jovens com Cristo)

Acolhida: Jovens da Paróquia de Guaiúba

Animação e liturgia: Jovens da Paróquia São Francisco das Chagas – Jereissati II / Pacatuba.

 

Dia 21/3 – 3ª Catequese

Tema: A oração

Símbolo: cordão c/ crucifixo

Catequista: Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos (Bispo Auxiliar e Adm. Apostólico de Sobral)

Testemunho de Conversão: Jovem da RCC (Renovação Carismática Católica)

Acolhida: Jovens da Paróquia de Guaiúba

Animação e liturgia: Jovens da Paróquia N. Sra. do Perpétuo – Jereissati I / Timbó.

 

Dia 28/3 – 4ª Catequese

Tema: O jejum

Símbolo: Anel de Tucum

Catequista: Pe. Raimundo Nonato Lourenço Benício (Vigário Episcopal da REM Sagrada Família)

Testemunho de Conversão: Jovem da JM (Juventude Missionária)

Acolhida: Jovens da Paróquia de Guaiúba

Animação e liturgia: Jovens da Paróquia N. Sra. da Penha – Maranguape.

Gesto concreto: 1kg de alimento (não perecível)

 

Mais informações pelos fones: (85) 8635.2749 – Oi / 9946.6571 – Tim (WhatsApp) / rmsagradafamilia@yahoo.com.br

 

Por Glaubércio Valentim – Secretario da Região

 

Publicado em 27/02/2015 por

[Notícia] Catequese Quaresmal na Região Episcopal São Francisco das Chagas

A Região Episcopal São Francisco das Chagas realizará no dia 28 de fevereiro, das 16h às 18h, no Santuário de São Francisco, em Canindé, a regiao-s-francisco-chagasCatequese Quaresmal com a presença de um dos bispos auxiliares de Fortaleza e a participação dos jovens das paróquias da Região. O encerramento será marcado com a Santa Missa concelebrada pelos padres da Região.

Informações pelo telefone (85) 9231 6860 com Lucivângela – Secretaria da Região.

 

Publicado em 27/02/2015 por

[NOTÍCIAS/CNBB] CNBB disponibiliza cartilha sobre projeto de reforma política

Cartilha_ReformaPoltica 300x300A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disponibilizou, por meio do Centro de Pastoral Popular, a cartilha “Reforma política democrática já – o sistema político a serviço do povo”. O subsídio sugere quatro encontros para esclarecer as principais dúvidas apresentadas em relação ao projeto de Lei de Iniciativa Popular proposto pela CNBB e outras 105 entidades que compõem a Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas.

 Em carta enviada às dioceses e paróquias de todo o Brasil, o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, explicou a necessidade percebida pelo Conselho Permanente da entidade em “oferecer às comunidades subsídios que as ajudem na compreensão do referido projeto de Lei”.

Preparada pela Comissão para a Reforma Política da CNBB, a cartilha detalha as propostas em relação ao financiamento democrático das campanhas eleitorais, à eleição proporcional em dois turnos para os cargos legislativos, ao aumento do número de mulheres na política e à democracia direta.

Ainda na carta, dom Leonardo Steiner fala sobre a indicação do texto-base da Campanha da Fraternidade 2015 para a discussão do tema. “Convidar pessoas para debater, traçar metas e estratégias de mobilização, em vista da contribuição à necessária reforma política”, recorda.

O bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e presidente da Comissão da CNBB para o Acompanhamento da Reforma Política, dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, afirma que a participação da Conferência tem como motivação a vivência da fé cristã. “Nossa fé não permite que fiquemos de braços cruzados diante de tantos desvios de conduta e de recursos no mundo da política”, considera. O bispo lembra da importância do serviço ao bem de todos, “especialmente dos mais pobres, e não para o bem particular dos eleitos, seus familiares e seus grupos financiadores”.

Segundo dom Mol, o subsídio deve ajudar as pessoas na compreensão das propostas de Reforma Política da Coalizão, para que estas assinem o projeto. “Os pontos explicados na Cartilha são os de consenso entre as entidades. Haverá outros aspectos a serem discutidos no Congresso. Importante agora é tomarmos consciência, participarmos e assim ajudarmos o Brasil a melhorar a política pelo bem de todos os brasileiros”, disse.

Com orações, momentos de escuta, debate e reflexão, a Cartilha propõe como encontros “A construção da verdadeira democracia”, “Eleições livres do poder econômico”, “Eleições com representação igualitária” e “Por uma democracia mais participativa”.

Alguns exemplares foram enviados aos párocos para conhecimento. Para aquisição da Cartilha, entre em contato com o Centro de Pastoral Popular pelo telefone 0800 703 8353 ou pelo site www.cpp.com.br.

Publicado em 27/02/2015 por

[NOTÍCIAS/Arquidiocese] Região Episcopal Nossa Senhora da Assunção realiza Catequeses Quaresmais

regiao-n-sra-assuncao240A Região Episcopal Nossa Senhora da Assunção realiza nos dias 28 de fevereiro, 14, 21 e 28 de março as Catequeses Quaresmais. A catequese acontecerá em dois pontos da região: Santuário de Nossa Senhora da Assunção e Paróquia Santo Antônio na Granja Portugal. A coordenação do Setor de Juventude está preparando momentos de louvor, partilha, show, apresentações artísticas por grupos paroquiais. A programação começa sempre no período da tarde encerrando com uma Celebração Eucarística. Na Lista de palestrantes estão: Irmã Aila Pinheiro (Nova Jerusalém), Irmão Leandro Dutra (Nova Jerusalém), Pe. Rafhael Maciel, Rogaciano Rodrigues (Nova Jerusalém) e Felipe (RCC). Contaremos ainda com a valiosa presença de dom Rosalvo Cordeiro, bispo auxiliar de Fortaleza.

As Datas das Catequeses são:

Santuário da Assunção – Nova Assunção – às 14 h.

28/02; 14/03; 21/03 e 28/03.

Paróquia Santo Antônio – Granja Portugal – às 15 h.

28/02 e 14/03.

Informações: Claima Aguiar (85) 8600 7702.

Publicado em 27/02/2015 por

Comissão da CNBB divulga subsídios da Semana da Família e da Vida

subsidiosOs subsídios “Hora da Família” e “Hora da Vida” são produzidos pela Comissão Episcopal para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), com a proposta de animar as famílias ao encontro fraterno, de partilhas e reflexão sobre os ensinamentos e valores cristãos acerca da vida e da família.

A partir da primeira quinzena do mês de março, os subsídios estarão disponíveis para venda no site da Pastoral Familiar: www.lojacnpf.org.br.

O “Hora da Família” e “Hora da Vida” estarão disponíveis simultaneamente. O objetivo é motivar as comunidades para celebrar intensamente, em todo o Brasil, a Semana Nacional da Família, de 9 a 15 de agosto, e a Semana Nacional da Vida, de 1º a 7 de outubro, que culminará com o Dia do Nascituro, dia 8.

Encontros

A edição 2015 do “Hora da Família” está em sintonia com o tema do Encontro Mundial das Famílias, que ocorrerá no mês de setembro, na Filadélfia. Propõe para reflexão “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva” e traz na capa do subsídio uma imagem do papa Francisco rodeado de crianças alegres com balões, celebrando a família.

O “Hora da Vida” traz como tema de reflexão “O Evangelho da Vida: Anunciar, Celebrar e Servir”, propondo sete encontros, com diferentes abordagens sobre a celebração da Vida. O subsídio recorda também os 20 anos da Encíclica Evangelium Vitae, de São João Paulo II.

Publicado em 27/02/2015 por

[NOTÍCIAS/CNBB] Simpósio incentiva debate missiológico a partir do Decreto Ad Gentes

Simpsio_Missiologia_foto3 350x166Com o tema “50 anos do Decreto Ad Gentes: por uma nova presença da Igreja no meio dos povos na reciprocidade da missão”, o 4º Simpósio de Missiologia, que teve início na segunda-feira, 23, busca incentivar o debate missiológico em torno da missão ad gentes e alimentar a rede formada por especialistas, pós-graduandos, mestres e doutores que contribuem com a pesquisa e a reflexão. O evento é promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Centro Cultural Missionário (CCM), em parceria com a Rede Ecumênica Latino-Americana de Missiólogos e Missiólogas (Relami). A programação abrange sessões de exposições e debates, além de grupo de estudo, experiências missionárias e sínteses.

 Na terça-feira, dia 24,  o tema “A missão aos povos a partir do Vaticano II”, com contextualização, gênese, configuração do Decreto Ad Gentes e a caminhada pós conciliar latino-americana, foi abordado pelo diretor do CCM, padre Estêvão Raschietti, e pelo assessor da Comissão Episcopal para a Missão Continental da CNBB, padre Sidney Marco Dornelas, que tratou da recepção da proposta do decreto conciliar na América Latina, a partir das Conferências de Puebla, Santo Domingo e, por último, a de Aparecida.

Na quarta-feira, 25, foram abordadas as “Ressonâncias e recepções contextuais do Vaticano II na reciprocidade da missão”, pelo bispo da diocese de Pemba, em Moçambique, o brasileiro dom Luiz Fernando Lisboa (foto ao lado), missionário passionista. Em sua diocese há 22 paróquias e mais de 800 comunidades. Cerca de 115 missionários, entre padres, religiosas, religiosos, leigos e leigas com formação, atuam no local.

Dom Luiz Fernando Lisboa apresentou a caminhada pós-conciliar no continente africano. Foram destacados os desafios da evangelização e da vida nos países da África. “África não é só pobreza. É neste continente que se encontram os vestígios da humanidade. O povo é forte e culturalmente rico e com uma história apreciável. A terra é riquíssima em recursos naturais e a Igreja tem grandes santos e doutores, além de milhares de mártires”, disse.

O bispo ainda comentou sobre o aspecto do Decreto Ad Gentes em valorizar as Igrejas locais nas diversas culturas. “É necessário que em cada grande espaço sociocultural, se estimule uma reflexão teológica… As tradições particulares e qualidades próprias de cada nação, esclarecidas pela luz do Evangelho, serão assumidas na unidade católica (AG 22)”, recordou.

Na mesma sessão esteve presente o doutor em Ciência da Religião, padre Joachim Andrade.

Para esta quinta-feira, acontece a reflexão sobre as “Novas configurações e perspectivas para a missão aos povos hoje”, com o assessor teológico do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), padre Paulo Suess, e o secretário nacional da Pontifícia União Missionária, padre Jaime Patias.

Na sexta-feira haverá a articulação e organização da Rede de missiologos e missiólogas.

O evento reúne 55 pessoas entre docentes, teólogos, pesquisadores, representantes de instituições missionárias, agentes de pastoral do Brasil e convidados de Moçambique e do México. Entre os participantes estão missionárias e missionários estrangeiros atuando no Brasil.

Fonte: CNBB – Com informações e fotografia das Pontifícias Obras Missionárias

Publicado em 27/02/2015 por

[NOTÍCIAS/Vaticano] Rede Eclesial Pan-Amazônica será apresentada no Vaticano

repamLideranças de diversas partes do mundo que integram a Rede Eclesial Pan-Amazônia (Repam) participarão de Conferência na Santa Sé, no dia 2 de março. No encontro, a coordenação geral da REPAM irá apresentar a proposta e missão da Rede criada em setembro de 2014, durante reunião em Brasília (DF).

A Conferência, no Vaticano, contará com a presença do presidente do Pontifício Conselho Justiça e Paz, cardeal Peter Turkson, do arcebispo emérito de São Paulo e presidente da Comissão para a Amazônia da CNBB, cardeal Claudio Hummes, do representante do Departamento de Justiça e Solidariedade do Conselho Episcopal Latinoamericano (Celam), monsenhor Pedro Barreto, da Caritas Internacional,  Michel Roy e do secretário executivo da REPAM, Mauricio López, que esteve com o papa Francisco, em audiência privada (foto).

São mais de 50 participantes convidados. O Brasil será representado, também, pelos assessores da CNBB, irmã Maria Irene Lopes dos Santos, da Comissão para a Amazônia, e padre Sidnei Dornelas, da Comissão para a Missão Continental.

União e cooperação

O papa Francisco, ao saber da criação da Rede, enviou mensagem aos membros da Rede parabenizando pela iniciativa. “Votos de que a fadiga quotidiana de quantos servirem na Rede Eclesial Panamazônica contribua para alargar os espaços da compreensão e da solidariedade entre os homens e os povos, refletindo constantemente aquela ‘Luz das nações’”.

A Rede eclesial Pan-Amazônia conta com o trabalho de bispos, sacerdotes, missionários, religiosas e leigos; nascendo a partir da união e cooperação de diversas entidades como o Departamento de Justiça e Solidariedade do Conselho Episcopal Latinoamericano (Celam), a Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Confederação Latinoamericana de religiosos e religiosas (Clar), a Secretaria da Caritas América Latina e Caribe e do Pontifício Conselho Justiça e Paz.

CNBB com informações da Repam.

 

Publicado em 27/02/2015 por

[ARTIGOS] Reforma Política

padre-Brendan200Está em circulação uma cartilha de quarenta páginas titulada “Projeto de Iniciativa Popular de Reforma Política Democrática e Eleições Limpas”.  A Coalização pela Reforma Política Democrática é formada pela OAB, CNBB, Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, Plataforma dos movimentos sociais pela reforma do sistema político e outras 97 entidades da sociedade civil. O Brasil está precisando de mudanças como a reforma urbana, agrária, educacional, saúde, entre outras. Tudo isso só se tornará possível com a alteração da atual composição do Congresso Nacional. Por isto a primeira reforma é a Reforma Política Democrática. Com isso em mente a Coalização acima citada elaborou um Projeto de Iniciativa Popular. Este Projeto oferece respostas às quatro mais graves questões que degradam a democracia brasileira.

1 – Afastamento do poder econômico das eleições. O poder econômico nas eleições faz com que a maioria dos parlamentares represente  as elites econômicas  e não a maioria do povo, e é o maior canal de corrupção eleitoral. Empresários têm três vezes mais representantes que sindicalistas! A coalização propõe o financiamento público de campanha com o financiamento de pessoas físicas, limitado a R$ 700.00 reais por contribuinte e até 40% do total da contribuição pública.

2 – Adoção do sistema eleitoral proporcional em dois turnos. No atual sistema eleitoral, o voto é dado ao candidato e não ao partido, favorecendo quem tem mais dinheiro. A proposta da Coalização é: “No primeiro turno, o voto é dado ao partido, em seu programa e na lista pré-ordenada de candidatos elaborada democraticamente, em eleições internas”. Isso vai combater os partidos de aluguel e reduz os custos das campanhas. No segundo turno o voto é dado ao candidato da preferência do eleitor conforme a lista elaborada no primeiro turno.

3 – Fortalecimento da Democracia Direta. Nova regulamentação dos mecanismos da democracia direta que fixará os assuntos de grande importância que deverão ser objeto de Plebiscito ou Referendo, tais como: concessões de serviços públicos, privatizações, construção de obras de grande impacto ambiental, além de facilitar a apresentação de Projetos de Iniciativa Popular.

4 – Ampliação do papel das mulheres na política. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as mulheres representam 51,3% do eleitorado. Todavia, entre os 513 deputados somente 46 são mulheres (8,96%). E entre os 81 senadores, 8 são mulheres (9,81%).Este Projeto quer estimular os partidos para incorporarem candidatos e segmentos sociais sub-representados.

Para contribuir com esta campanha a Coalização está convidando pessoas para: colecionar assinaturas, formar Comitês nos municípios, locais de trabalho e moradia, participar dos atos da Coalização e divulgando os materiais nas redes sociais etc. Assim, estamos contribuindo para acabar com as causas da corrupção eleitoral e criando um sistema político livre da influência do poder econômico e mais sensível às aspirações populares. Acesse: www.reformapoliticademocratica.org.br

Fonte: Confere Cartilha da Coalização. Lista das 97 entidades mencionadas na última página da Cartilha.

                                                          Pe. Dr. Brendan Coleman Mc Donald,  Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1

 

 

 

Artigos Relacionados

Publicado em 26/02/2015 por

[ARTIGOS] Francisco e a vida com maior encanto

geovane200Padre Geovane Saraiva*

Na imposição das cinzas, precedida da oração e bênção, no início da Quaresma, gesto profundamente simbólico, a Mãe Igreja demonstra sua vontade de que seus filhos entrem em cheio na observância da quaresma, para que de corações purificados participem do mistério da Páscoa. Os fiéis se aproximam do sacerdote e ministros para receberem as cinzas sobre suas cabeças, em uma atitude de grande piedade, nas seguintes palavras: “Convertei-vos e crede no Evangelho”, sem esquecer o sinal de cruz, cruz esta sagrada e na qual se encontra a Redenção da humanidade.

Como é indispensável pensar no batismo, o primeiro dos sete sacramentos da Igreja Católica, o qual faz-nos integrantes do sacrifício pascal de Nosso Senhor Jesus Cristo, tornando-nos filhos de Deus e membros da Santa Igreja de Cristo, abrindo, na esperança, o caminho para a salvação, isto é, a glória futura. No início do Cristianismo, os que se preparavam para o batismo, passavam por sólido, forte e intenso momento de formação, chamado de catecumenato, recebendo o sacramento do batismo na noite de Páscoa. Infelizmente, embora muitas tentativas, no sentido de retornar à maravilhosa iniciativa dos catecúmenos da Igreja primitiva, a mesma vive na ânsia desse sonho, que parece distante.

No contexto da Quaresma, na nossa caminhada para a Páscoa do Senhor, vamos comemorar neste 13 de março 2015 os dois anos da eleição do Papa Francisco, que ao longo de seu profícuo pontificado sempre demonstrou, com atitudes concretas seu amor e apreço pelos empobrecidos, os quais ocupam os últimos lugares, indo às periferias do mundo, nas suas viagens internacionais, afirmando na Basílica de São Pedro (15/02/2015), na missa com os novos cardeais que o “Caminho da Igreja é ir procurar, sem preconceitos e sem medo, os distantes”; finalizou sua homilia dizendo: “Verdadeiramente é no Evangelho dos marginalizados que se descobre e revela a nossa credibilidade”.

Constantemente O Romano Pontífice tem destacado , à luz do Evangelho, inúmeros gestos de amor, sobretudo quando fala, escreve, celebra na Capela Santa Marta, viaja, recebe autoridades e procura o diálogo sincero, acalentando no mais íntimo de seu coração o sonho de um mundo fraterno e solidário, um mundo verdadeiramente de irmãos, sem esquecer que, pensando em uma vida com maior encanto na face da terra, no seu sentido mais largo e profundo, nosso querido Papa Francisco está trabalhando na elaboração de sua nova Encíclica sobre o tema da ecologia, do meio ambiente, querendo dizer-nos que somos chamados a dialogar com todas as realidades do planeta, começando com a própria natureza.

Que a Quaresma, tempo favorável, rico e precioso para nós cristãos, ajude-nos a olhar para o profeta Elias, que foi exemplo para a humanidade, quando deixou seu local, no qual habitava, na indicação divina do caminho sagrado, acontecimento relatado, no livro dos Reis (cf. 17, 1-17), que podemos comparar ao nosso querido Papa Francisco, também indicado por Deus para missão de assumir o barco de Pedro, se esforçando para viver dia e noite na presença do Senhor Deus, tendo na mente e no coração o Horeb, a montanha de Deus e para lá caminha esperançoso! (cf. 1Rs, 19, 8-9). Só assim, a partir da conversão interior, comunitária e social, penetrando no mistério indizível do Cristo na cruz, do Servo Javé desfigurado, na mais completa ausência de aparência humana, que o Apóstolo Paulo deixa tudo muito claro, na seguinte assertiva: “Cristo existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de servo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até à morte e morte de cruz” (cf. Fl 2, 6-8), a nos apontar e dar a clareza para a verdadeira montanha sagrada, a Páscoa definitiva.

*Escritor, blogueiro, colunista, vice-presidente da Previdência Sacerdotal e Pároco de Santo Afonso, Parquelândia, Fortaleza-CE – geovanesaraiva@gmail.com

Artigos Relacionados


QR Code Business Card