Publicado em 29/07/2011 por

Paróquia da Glória festeja padroeira de 5 a 14 de agosto

A Paróquia Nossa Senhora da Glória convida toda a comunidade a participar dos festejos em honra de sua padroeira, de 5 a 14 de agosto. “Com Maria, cuidando da vida” é o tema deste ano, inspirado na Campanha da Fraternidade. Uma intensa programação litúrgica e social foi preparada a fim de celebrarmos juntos o mistério pascal através de Maria.

Antes das celebrações, às 18h, teremos o Momento Mariano, quando refletiremos sobre a participação de Maria no plano da Salvação. Após as missas, teremos um momento de lazer e confraternização, onde receberemos a comunidade, amigos e visitantes no pátio interno da Igreja. Haverá barracas com comidas típicas e muita animação proporcionada por diversas atrações musicais que virão prestigiar a festa.

Toda a renda da festa será revertida em prol da conclusão do Centro Pastoral. Acompanhe a programação e venha celebrar conosco! Neste ano, com Maria cuidando da vida, “agradeçamos ao Senhor o seu amor; as maravilhas que Ele fez por nós” (Sl 107,8).

Programação da Festa da Padroeira Nossa Senhora da Glória

5 a 14 de agosto de 2011 – “Com Maria, cuidando da vida”

Dia 05/08/2011 (sexta-feira)
18h – Abertura oficial da festa; 18h30 – Celebração Eucarística, com Pe. Francisco de Assis Filho e Pe. Josieldo Nascimento; 19h30 – Café com Arte, com teatro, dança, música, feira de artesanato e comidas típicas

Dia 06/08/2011 (sábado)
16h – Celebração do Casamento Comunitário; 18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração Eucarística, com Pe. Sóstenes Tavares Luna; 19h30 – Jantar dos pais, com Fonseca Jr. e Banda

Dia 07/08/2011 (domingo)
7h30 – Momento Mariano; Celebrações eucarísticas às 8h, 11h, 18h e 20h; 21h – Festa social, com comidas típicas e atrações artísticas, animada por Mota Filho e Banda

Dia 08/08/2011 (segunda-feira)
18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração eucarística com Dom José Luiz Ferreira Sales, bispo auxiliar de Fortaleza

Dia 09/08/2011 (terça-feira)
18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração Eucarística com o Pe. Francisco Antônio Francileudo

Dia 10/08/2011 (quarta-feira)
18h – Momento Mariano – O encontro de Jesus no Templo (Lc 2, 40-51); 18h30 – Celebração Eucarística com o Mons. Manfredo Ramos

Dia 11/08/2011 (quinta-feira)
18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração Eucarística, com Pe. Rafael Silva Maciel; 19h30 – Noite da juventude, animada pelas bandas dos jovens da Paróquia

Dia 12/08/2011 (sexta-feira)
18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração Eucarística, com o Pe. Francisco Sales de Sousa; 19h30 – Festa social, animada pela banda Túnel do Tempo e pelo Grupo Canto & Louvor

Dia 13/08/2011 (sábado)
12h – Celebração em devoção a Nossa Senhora de Fátima; 18h – Momento Mariano; 18h30 – Celebração Eucarística, com Pe. Daniel Moraes de Souza; 19h30 – Festa social, animada pela banda Samba de Repente

Dia 14/08/2011 (domingo)
Celebrações às 8h e 11h; 17h – Procissão de Nossa Senhora da Glória, saindo do Parque Del Sol; 18h – Missa campal de encerramento no pátio interno da Paróquia, com Dom Rosalvo Cordeiro de Lima, bispo auxiliar de Fortaleza; 19h – Festa social, com apresentação do Colégio Dáulia Bringel.

Informações: (85) 3279.4500 ou no Site da paróquia

Contato: Patrícia Guabiraba, da Pastoral da Comunicação – (85) 8701.3110

Veja o vídeo

Publicado em 29/07/2011 por

Participação de Dom José Luiz no programa Informativo Dom Bosco FM 96,1

INF DOM BOSCO (PART DOM JOSE LUIZ) 29-07-11 (1)

Publicado em 29/07/2011 por

Objetivos da Jornada Vocacional

Acontecerá no dia 27 de agosto de 2011 a II Jornada Vocacional da Arquidiocese de Fortaleza. Em sua segunda edição a Jornada tende a ir tomando corpo e um estilo próprio no seu desenvolvimento.

OBJETIVOS DA JORNADA VOCACIONAL

Na meditação sobre a importância de um evento vocacional vale a pena pensarmos que todas pessoas são vocacionadas! Afinal vocação não é só para quem vai ser padre ou freira. Deus chama a todas as pessoas para viver uma vocação muito especial: a SANTIDADE. É isso mesmo, todos os cristãos são chamados à vida de santidade. Todos somos vocacionados.

A vocação à santidade está presente em todos os modos de vida que o cristão é chamado a viver: santos no matrimônio, santos na vida sacerdotal, santos na vida religiosa, santos como solteiros…

A pergunta que muitos se fazem é: o que é ser santo? Até mesmo escuta-se em muitas oportunidades que se deve ser “santo”; que os que crêem em Jesus Cristo devem ser exemplos de vida santa para as outras pessoas e para o mundo; que os casais que participam da vida da Igreja devem ser sinal de santidade; que os padres e as freiras devem ser as pessoas mais santas do mundo. No final chega-se à conclusão: o imperativo para os cristãos é: Sede santos!

Essa ordem torna-se então uma meta a ser alcançada. Em verdade a santidade é, para os cristãos, uma tarefa a ser empreendida com muita ousadia, pois o convite à santidade é feito a nós pelo próprio Deus, e isto está na sua Palavra:

Lv 19,1-2: “Javé falou a Moisés e disse: Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel. Tu lhes dirás: Sede santos, porque eu, Javé vosso Deus, sou santo.”

Dt 7,6: “Pois tu és um povo consagrado a Javé teu Deus; foi a ti que Javé teu Deus escolheu para que pertenças a ele como seu povo próprio, dentre todos os povos que existem sobre a terra”.

QUAL O OBJETIVO DA JORNADA VOCACIONAL?

DESPERTAR OS JOVENS A BUSCAREM O DISCERNIMENTO DIANTE DO CHAMADO DE DEUS A UMA VOCAÇÃO NA IGREJA E NO MUNDO.

A Jornada é só para despertar o discernimento para o sacerddócio e a vida religiosa?

NÃO! A Jornada quer que os participantes vejam a multiforme graça de Deus nas vocações específicas e optem por seguir ao Senhor e serem “sal da terra e luz do mundo” na vocação para a qual sentem o chamado do Senhor.

QUAIS SÃO AS VOCAÇÕES ESPECÍFICAS NA IGREJA?

Na Igreja, convencionalmente, inclusive por toda a sua história as vocações específicas são:

MATRIMÔNIO – vocação de leigos e leigas casados que na sociedade dão o testemunho do amor, sendo sinal do amor de Cristo pela Igreja e desta pelo seu Senhor.

VIDA RELIGIOSA – vocação para a qual homens e mulheres se sentem chamados. Popularmente são os Frades (Irmãos) e Freiras (Irmãs), que respondem o chamado aderindo a um carisma especial na Igreja, manifestado na missão vivida por Ordens, Congregações e Institutos de Vida Religiosa. Os religiosos (as) fazem, como parte integrante de sua vocação os votos de Pobreza, Obediência e Castidade.

Obs.: dentro a perspectiva da Vida Consagrada estão os Institutos Seculares, formados por leigos que também seguem um carisma especial, mas que não vivem em comunidade como os religiosos (as).

LEIGOS CONSAGRADOS – são os cristãos leigos que não entra em Institutos Religiosos mas que aderem a uma Regra de Vida, e exerce um carisma especial na sociedade como “fermento na massa”. Aqui enquadram-se muitas das novas experiências atuais como as Novas Comunidades, Movimentos, Associações e Serviços Eclesiais.

LEIGOS – aqui encontram-se todos os cristãos leigos que na Igreja exercem algum ministério e servem com a disponibilidade de suas vidas aos seus irmãos. Podem ser ministérios como a catequese, MESC, Palavra, música, etc.

SACERDÓCIO ORDENADO – aqui estão aqueles homens que decidem ofertar suas vida como Ministros Ordenados (presbíteros, chamados pela sabedoria popular de padres). Os presbíteros (padres) exercem a função primordial e primeira de anunciar a Palavra, ministrar os Sacramentos e governar o Povo de Deus pelo pastoreio.

Obs.: dentro da perspectiva dos Ministros Ordenados está o Diaconato Permanente. Geralmente homens casados que exercem a Diaconia da Palavra, da Liturgia e de modo especial da Caridade. Para ser Diácono Permanente é necessária a anuência da esposa.

ALÉM DA SANTIDADE HÁ ALGUM OUTRO CHAMADO QUE SEJA COMUM A TODOS?

SIM! É o chamado missionário. Todos os cristãos devem ser santos segundo seu estado de vida, e isso não se discute. Mas, outro chamado é indiscutível para o batizado, é o chamado para a MISSÃO.

Todo batizado é missionário por natureza, por causa de seu Batismo. Isso porque nos configuramos a Jesus Cristo, que é o enviado, o missionário do Pai.

Padre, religioso, religiosa, casal, solteiro, leigos e leigas, todos são chamados à missão, todos são chamados a serem missionários.

A MISSÃO É VOCAÇÀO DE TODOS!!!!!

Publicado em 29/07/2011 por

“Caminhos Espirituais”

Pe. Luiz Carlos de Oliveira, Redentorista

O mesmo Caminho
Jesus é o caminho. Mesmo sem conhecê-lo, Ele permanece o único caminho. Como os discípulos seguiam seus passos, assim o seguimento de Jesus é a base da vida espiritual. Aderir pela fé a sua Pessoa é assumi-lo como o caminho. Diz Ele: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim, (Jo,14,6). Isso significa que Ele, conhecido ou não, é o único modo de se encontrar o Pai. Um mestre entre os judeus perguntou a Jesus sobre qual era o maior mandamento. Vendo que respondera bem, Jesus lhe diz: ‘Não estás longe do Reino de Deus”’ (Mc 12,34). Mesmo não tendo a verdade total, se aproxima dele. Isso nos faz mais unidos. Na medida em que soubermos ver nos outros a ação da graça de Deus, podemos ver quanto o Reino penetrou o mundo. Onde se vive a justiça, o amor e a paz, ali está o Reino de Deus e a presença salvadora de Cristo. Assim há muitos meios de seguir Jesus. Esse caminho não pode ser utilizado em favor de si próprio mas em favor de Cristo Jesus. Às vezes a gente se serve de Jesus e não serve a Jesus.

A mesma Verdade
Há diversos modos para aprofundar o conhecimento e a relação com Jesus Cristo. É como uma escada em caracol. Subimos e, em cada degrau, há uma visão diferente. Não se trata de ter um Cristo sob nosso modo de entender, mas Aquele que Deus nos deu. São Paulo diz: “Se alguém – mesmo que seja nós mesmos ou um anjo do céu – vos anunciar um evangelho diferente do que vos anunciamos, seja excomungado” (Gl 1,8). Em todos os séculos surgiram na Igreja movimentos espirituais. Ultimamente eles se tornaram até um modo de ser Igreja. Não apresentam uma doutrina diferente, mas acentuam aspectos diferentes da mesma verdade. É muito boa essa diversidade, pois o Espírito de Deus abre caminhos para aprofundarmos aspectos que ficaram esquecidos com o correr dos tempos. Referimo-nos às Ordens Religiosas e Congregações. Elas acentuam aspectos do Evangelho, como por exemplo: S. Francisco buscou a pobreza; Santo Inácio a obra missionária; S. Vicente de Paulo acentuou a caridade para com os pobres. Os movimentos atuais trazem riquezas e um conhecimento mais aprofundado de Cristo. É o mesmo Cristo. Há grupos que pensam que só existe aquele modo de ser de Cristo. Não se pode dizer que só o seu é verdadeiro. Há o risco de usar Cristo para aprovar as próprias idéias, sem coerência com o Evangelho. Não podemos pegar frases soltas. Por isso temos a Tradição, o Magistério e a Teologia que buscam orientar na coerência evangélica.

A mesma Vida
O caminho espiritual não são práticas devocionais, mas é a vida de comunhão com Deus em Cristo e com os irmãos no amor. Acima de idéias, teologias e ensinamentos, está a vida em Cristo. Nós nos perdemos em fazer coisas espirituais e nos esquecemos de ser em Cristo. Isso empobrece o caminho espiritual. A vida em Cristo nos leva a compreender a verdade e fazer o caminho. Daí surgirão práticas devocionais coerentes com a verdade. A devoção é muito boa. É preciso, contudo, salientar mais que a Vida de Cristo é a fonte. É preciso conhecer a Verdade e transformá-la em vida para fazer o caminho. Os diversos caminhos espirituais devem convergir todos para a Vida. Jesus nos dá um modo de realizar bem esse processo: “Assim, o discípulo do Reino é como o pai de família que tira de seu tesouro coisas novas e velhas” (Mt 13.52).

Pe. Luiz Carlos de Oliveira, Redentorista

Artigos Relacionados

Publicado em 28/07/2011 por

Encontro de Formação da Pastoral da Sobriedade em Caucaia

Publicado em 28/07/2011 por

Dom José Antonio fala da Caminhada com Maria 2011

Publicado em 27/07/2011 por

Envio dos Jovens da Arquidiocese de Fortaleza à Jornada Mundial da Juventude (JMJ)

No dia 30 de julho acontecerá um encontro arquidiocesano de envio dos participantes à Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Madrid. O encontro acontece na Igreja da Piedade, na Rua Joaquim Torres, 185. O inicio será às 15h e o encerramento às 18h, com missa de envio, presidida pelo bispo auxiliar de Fortaleza, dom José Luiz Ferreira Salles.

De Fortaleza, participarão da Jornada Mundial mais de 200 jovens, enviados por paróquias, áreas pastorais, comunidades e movimentos, segundo informa a secretária do escritório da Jornada Mundial da Juventude, na Comunidade Shalom, Dora Rodrigues.

A Jornada Mundial da Juventude foi criada pelo Papa João Paulo II, em 1985, e consiste num encontro de dezenas de milhares de pessoas católicas, sobretudo jovens. O evento é celebrado a cada dois ou três anos, numa cidade previamente escolhida para acolher pessoas do mundo inteiro. Nos anos intermédios, as Jornadas são vividas localmente, no Domingo de Ramos, por algumas dioceses ao redor do mundo. Para cada Jornada, o Papa sugere um tema. Durante as JMJ, acontecem momentos de catequese, adoração, missa, oração, palestras, partilhas e shows. Tudo isso em diversas línguas. Sua penúltima edição, na Alemanha, em 2005, reuniu cerca de um milhão de jovens. Apesar de ser proposta pela Igreja Católica, é um convite a todos os jovens do mundo. Para João Paulo II, “…a esperança de um mundo melhor está numa juventude sadia, com valores, responsável e, acima de tudo, voltada para Deus e para o próximo.” A última Jornada iniciou no dia 15 de julho de 2008, em Sydney, e durou cinco dias.

Informações com Dora Rodrigues, secretária do Shalom, (85) 3308 4700 , ou Dário Vasconcelos, coordenador do Setor Juventude da Arquidiocese de Fortaleza, (85) 8682 7200.

Publicado em 27/07/2011 por

Festa da Vida: avaliação e planejamento

EQUIPE DA FESTA DA VIDA REÚNE-SE

A Equipe de Coordenação da Festa da Vida, juntamente com representantes de vários grupos, entidades e pastorais, reuniu-se dia 2 de junho último com o objetivo de ver o DVD da festa da vida 2010, avaliar a festa da vida realizada e levantar propostas de continuidade desse projeto.

Estavam presentes representantes de vários grupos como: pastoral da terra, pastoral da criança, pastoral afrodescendente, pastoral dos surdos, pessoa idosa, da AIDS, da comunicação, saúde, núcleo de mulheres do conjunto São Bernardo, Recicladores do Serviluz, grupo Nossa Senhora das Dores, movimento das Pessoas com Deficiência-MPCD, Condomínio Espiritual Uirapuru-CEU, artistas da caminhada, Paróquia Nossa  Senhora das Dores.

Alguns aspectos apresentados:

1)      Diante de tantas notícias ruins que veiculam todos os dias na TV, nos jornais, nas rádios, a festa da vida vem mostrar e testemunhar que há muitas coisas boas acontecendo todos os dias e que precisam, sempre mais, ser manifestadas, tornadas públicas e revigoradas;

2)      A festa da vida é uma oportunidade de encontro festivo, partilha das experiências de trabalhos em defesa da vida, celebração da própria vida, fortalecimento da fé, da esperança, da luta em defesa da vida;

3)      A festa da vida manifesta um jeito próprio de ser igreja, de celebrar, de festejar, de profetizar. Jeito simples, ecumênico de celebrar e defender a vida;

4)      Na hora do almoço,  a partilha foi o ponto forte. Em pequenos ou grandes grupos, nas tendas ou embaixo de uma árvore, as pessoas colocaram em comum o que haviam trazido, e todos ficaram saciados.  E sobrou muita comida. (Atos 2, 42-47; Jo.6,5-13).

5)      A Festa da Vida é como uma semente que, aos poucos, vai frutificando e se multiplicando. A festa poderá acontecer, ao mesmo tempo, em vários lugares, paróquias ou regiões episcopais. O objetivo maior não é reunir multidões e sim ser espaço de confraternização, partilha,  apresentação e tornar público muitos trabalhos em defesa da vida. Neste sentido, a Paróquia Nossa Senhoras das Dores, no Otávio Bonfim,  abriu as portas para acolher e realizar a III Festa da Vida que será no 3° domingo do advento, 11 de dezembro próximo.

 

Equipe de Coordenação da Festa da Vida 2011

Junior Mendonça: Condomínio Espiritual Uirapuru – 9633 4141

Rosélia: Secretariado de Pastoral, 3388 8701

Ir. Deusa: Pastoral da Aids, 9205 9452

Assis Memória: Grito dos Excluídos – 3241 4994; 9944 3315;

Eymar Bezerra: Paróquia Nossa Senhoras das Dores – 8814 8050

Maria Goretti de Almeida: Paroquia Nossa Senhora das Dores – 3223 0836

Rosana Marques:  Movimento das Pessoas com Deficiência – 8737 2993.

– – – – – – – – –

  • Queremos continuar enriquecendo e ampliando a lista das entidades, grupos, pastorais, movimentos, ONGs… que trabalham na Defesa da Vida. Nosso desejo é mapear  todas as entidades para termos conhecimento da dimensão e abrangência desta grande causa. É muito importante, no âmbito da Arquidiocese, termos esses registros. Acaso seu grupo ainda não esteja inscrito,  preencha, por gentileza,  o formulário em anexo e o envie ao Secretariado.
  • Temos à disposição para venda, o DVD da II Festa da Vida realizada no Condomínio Espiritual Uirapuru – CEU, em 12 de dezembro de 2010.  Investimento: R$ 10,00. Informações no Secretariado de Pastoral da Arquidiocese,  fone 33888701, com Rosélia ou Hilda.

——–

FICHA DE CADASTRO

– – – –

veja as fotos do encontro

 

Publicado em 26/07/2011 por

Festival Halleluya reúne 970 mil pessoas em cinco noites de arte, cultura e solidariedade

O Festival Halleluya encerra a sua décima quarta edição com recorde de público em todas as suas vertentes: 5 dias de evento, 40 atrações de todo o país, 125 artistas competindo no Festival de Artes, 300 atletas, 326 cadastros de medula óssea, 570 bolsas de sangue, e um público de 970 mil pessoas circulando pelo Condomínio Espiritual Uirapuru. A comemoração dos organizadores fica completa com um número final: zero em ocorrências policiais comprovando o Festival Halleluya como o evento mais seguro do estado.

Os 4.300 voluntários que trabalharam em 68 equipes de produção realizaram um trabalho envolvente que proporcionou a muitas famílias momentos de diversão e lazer sadio. Além de integração completa com as artes e o esporte. No Festival de Artes Integradas Halleluya cerca de 125 competidores estiveram se apresentando nas modalidades de Música, Teatro e Dança. Na noite de sábado os vencedores puderam apresentar seus trabalhos para um público de 230 mil pessoas. E a segunda edição do Halleluya Adventure reuniu 300 atletas e um público médio de 40 mil pessoas por dia.

A já tradicional parceria com o Hemoce proporcionou a doação de 570 bolsas de sangue, 158 a mais em relação ao ano passado, e 326 cadastros de medula óssea. Além disso, muitas pessoas presentes puderam se informar sobre a doação e sua importância para salvar vidas.

O Cine Halleluya também foi um sucesso com audiência de 1450 pessoas. O local oferecia ainda cursos que agregaram 2347 alunos. Para as famílias que levaram as crianças, um espaço de jogos e brincadeiras, o Halleluya Kids, foi a opção de diversão para eles. Mais de 1000 crianças participaram das atividades.

Uma equipe de voluntários trabalhou exclusivamente em tornar o Festival Halleluya um momento de interatividade entre as pessoas das mais diversas nacionalidades. O site do evento (festivalhalleluya.org) recebeu cerca de sete mil acessos por dia, tendo como pico a sexta-feira, que teve 12.603 visitas. Além do site oficial do Festival, o site da Comunidade Shalom (comshalom.org) recebeu mais de 20 mil acessos por dia durante toda a programação. A página do Facebook criada em abril deste ano foi curtida por 5.686 internautas. E o perfil do Twitter, que colocou a hashtag #festivalhalleluya no topo dos topic trends de Fortaleza por dois dias tem atualmente 6.467 seguidores. O evento foi transmitido online e por três ficou no livestream como o mais assistido no mundo.

Foram 970 mil pessoas integradas por música, dança, esportes e, principalmente, manifestando seu amor por Deus em um ambiente festivo e tranqüilo como índice zero de violência. Esses números, apesar de impressionantes, não conseguem dimensionar a importância e alcance do evento, que se consolida como um dos principais eventos de artes integradas do país. A troca de experiências entre o público e as mensagens transmitidas durante essas cinco noites repercutem além dos dias do evento. E para quem acredita que essa realmente é uma festa que nunca acaba, o Halleluya Quero Mais ocorre nos dias 30 e 31 deste mês em diversos pontos da cidade.

A organização do evento deixa registrado seu agradecimento aos voluntários, órgãos públicos, empresas parceiras, veículos de comunicação e

Hemoce e revela que para o próximo ano já começa a ser preparado o Festival Halleluya dos trinta anos de Comunidade Shalom, um internacional que vai parar Fortaleza.

SERVIÇO
Halleluya Quero Mais
Quando: 30 e 31 de julho
Horário: a partir de 8h
Entrada: Franca

Onde:
· Shalom da Paz / Projeto Juventude: R. Maria Tomásia, 72 – Aldeota. Tel: 3452-8813 ou 8616-7291
· Shalom da Messejana: Estrada do Fio – Fundação Alice Matos – Messejana. Tel: 9924-2190
· Shalom de Fátima: R. Dom Sebastião Leme, 868 – Bairro de Fátima. Tel: 3023-6140 ou 8879-9226
· Shalom da Parquelândia: R. Crateús, 1540 – Parquelândia. Tel: 3246-5012
· Shalom da Parangaba: Av. Gomes Brasil, 5451 – Parangaba. Tel: 8795-4783 ou 8684-3567
· Shalom Cristo Redentor: Praça Coronel Melkíades, 74. Tel: 8835-4456
· Shalom do Mondubim: R. dos Jangadeiros, 150. Tel: 8898-8181
· Shalom de Aquiraz: R. Maria Margarida Ramos – Divinéia. Tel: 8893-9616

Mais informações no Site

Publicado em 26/07/2011 por

Encontro dos Agentes da Pastoral do Dízimo na paróquia Nossa Senhora da Conceição, Tabatinga

No último domingo (24/07) aconteceu o Encontro de Formação para os Agentes da Pastoral do Dízimo da paróquia Nossa Senhora da Conceição em Tabatinga, distrito de Maranguape.

Veja algumas fotos


QR Code Business Card